Sociologia da programação social*: bens coletivos e política da escala temporal na Itália - Sciences Po Access content directly
Journal Articles Nau Social Year : 2015

Sociologia da programação social*: bens coletivos e política da escala temporal na Itália

Abstract

Esta discussão será estruturada em seis partes, começando pela reconstrução do significado que o termo “programação” assumiu na Itália (1), incluindo a sua relação com a cultura do reformismo (2) e com os múltiplos fatores que levaram à critica de uma concepção “centralista” da programação (3). Em seguida, veremos as matrizes da programação social antecipada pela Lei nº 328/2000 nas obras da nova programação local, desenvolvidos em diversos setores das políticas públicas dos anos 1990 (4). A reforma do welfare local, introduzida pela Lei nº 328/2000 e pela reforma do Título V da Constituição, demanda maiores precisões sobre a dimensão política assumida pelos Planos de zona e sobre as principais tensões que surgiram entre valorização dos recursos locais e uniformidade de direitos (5). Precisada a dinâmica histórico-política que levou à configuração atual, poderemos discutir a relevância dos bens coletivos para a solidariedade e a dimensão política da escala temporal própria à programação (6).

Domains

Sociology
Fichier principal
Vignette du fichier
nau-social-conv-vitale-tommaso-ava-zana.pdf (414.1 Ko) Télécharger le fichier
Origin : Files produced by the author(s)
Loading...

Dates and versions

hal-01491546 , version 1 (17-03-2017)
hal-01491546 , version 2 (25-03-2017)

Identifiers

Cite

Tommaso Vitale. Sociologia da programação social*: bens coletivos e política da escala temporal na Itália. Nau Social, 2015, 6 (10), pp.165-188. ⟨10.9771/ns.v6i10.31329⟩. ⟨hal-01491546v2⟩
81 View
275 Download

Altmetric

Share

Gmail Facebook X LinkedIn More